domingo, 16 de setembro de 2012

Uma corrida em 3 voltas.


Foto: http://www.porschegt3cup.com.br

Neste sábado, 14/09, em Interlagos, a Porsche Cup teve uma etapa muito curta. Já seria curta por conta da FIA WEC (Campeonato Mundial de Endurance), o que fez com que as duas categorias: Cup e Challenge dividissem as mesmas curvas, ou seja, 44 carros no total.

Mas, por conta de uma péssima largada do pole position Octavio Mesquita e de um acidente logo no início da prova que envolveu 7 carros. A confusão foi tamanha, que para remover todos os carros e deixar a pista em condições para a sequência da prova levou-se 20 minutos, o que diminuiu as já poucas 14 voltas para apenas 3 voltas.

Nosso piloto, Ricardo Baptista, que largou entre os primeiros e conseguiu não se envolver no acidente passou a atacar o líder Fábio Viscardi nestas 3 voltas de corrida. Aliás, a disputa pela liderança foi tão intensa que os 4 primeiros a cruzar a bandeira quadriculada se mantiveram no mesmo segundo.

Segundo colocado na corrida, Ricardo Baptista definiu a prova como “muito curta e intensa”: “Todo mundo buscou a vitória o tempo todo. Todos os carros estavam com pneus novos e isso deixou os pilotos muito confiantes. Quando a bandeira verde foi dada, eu sabia que teria apenas três voltas pela frente. Mesmo assim, recebi a bandeirada sem saber que aquela era a última volta”.

Nosso outro piloto, Adalberto Baptista, chegou em 17º. Ao final da sexta etapa, a Porsche GT Cup, ainda mantém na liderança o piloto Tekbond Ricardo Baptista.
A próxima etapa será no Paraná, no Autódromo Internacional de Curitiba, no dia 27 de outubro. Até lá com toda a sorte do mundo para os pilotos Tekbond Ricardo e Adalberto Baptista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário